TUTORIAIS PARA USAR PARTICIPAR DESTE BLOG

14 de maio de 2015

O QUE ACONTECE SE COLOCAR UM CUBO DE GELO NA PARTE DE TRÁS DA CABEÇA






A medicina tradicional chinesa descobriu um ponto do nosso corpo que quando é estimulado promove um bem estar geral.


Este ponto chamado de Feng Fu, é um ponto de pressão que se situa atrás da cabeça, na base do crânio, na parte superior do pescoço.



Ponto Feng Fu

De acordo com a medicina tradicional chinesa o Método do Ponto Feng Fu não trata os problemas do organismo. Na verdade, este método, faz com que o corpo volte ao seu equilíbrio fisiológico natural – fornecendo um forte impulso de vida rejuvenescendo todo o corpo.




Aplicação de gelo no ponto Feng Fu

Técnica da aplicação de um cubo de gelo no ponto Feng Fu:

Escolha uma posição confortável de barriga para baixo.

Aplique um cubo de gelo, uma ou duas vezes por dia, durante 20 minutos.

Se lhe for mais conveniente, pode usar um pano ou um saquinho de plástico para envolver o cubo de gelo.

Ao fim de 30 segundos começará a sentir um leve calor neste ponto.

Nos primeiros dias há a possibilidade de uma leve sensação de euforia devido à libertação de endorfinas.



Ponto Feng Fu
Alterações que poderá sentir ao aplicar este método:

– Diminuição de dores de cabeça, dores de dentes e de articulações;

– Ajuda a regular problemas de tensão arterial (hipotensão e hipertensão);

– Melhoras no sistema digestivo;

– Melhoras do seu sono e humor;

– Alívio de infecções gastro-intestinais e doenças sexualmente transmissíveis;

– Alívio de perturbações neurológicas e distúrbios psico-emocionais: fadiga crônica, stress, depressões, insônias, etc;

– Inibição de alterações degenerativas da coluna vertebral;

– Melhoras de problemas respiratórios;

– Ajuda a inibir problemas ligados ao sistema cardiovascular;

– Eliminação de constipações frequentes;

– Estabilização de distúrbios provocados pela tiróide;

– Alívio de ataques de asma;

– Redução da celulite;

– Melhoras de problemas do trato gastro-intestinal,;

– Melhoras de desordens ligadas à obesidade e à má-nutrição;

– Alivio de desordens ligadas à frigidez, impotência e infertilidade;

– Melhoras de problemas menstruais.

.
UMA DICA IMPORTANTE

Eu adquiro meus suplementos naturais neste site a quase um ano.
Há ômega 3, 6, e 9 tudo num pote só, o sal rosa do himalaia, óleo de côco, cártamo e etc.
Tudo sem sair de casa.
Eu recomendo.
Ótimos preços.
Confira!

Clique no banner abaixo.
No menu lateral esquerdo
cliquem em SUPLEMENTOS e veja também VITAMINAS.


Linha Feminina Bio Instintos | Saúde e bem estar a partir de R$ 11,00 | Confira!

9 de maio de 2015

FILÓSOFO BRITÂNICO DIZ QUE PODEMOS ESTAR VIVENDO UMA REALIDADE CRIADA POR ALIENS


Em seu artigo, o filósofo britânico Nick Bostrom sugeriu uma corrida de descendentes evoluídos longe poderia estar por trás nosso aprisionamento digital. Os seres futuristas - humanos ou não - poderia estar usando a realidade virtual para simular um tempo no passado ou recriar como seus ancestrais remotos viveram . Nós estamos vivendo em uma realidade simulada. Todo relacionamento, cada sentimento, cada memória poderia ter sido gerados por bancos de supercomputadores. 

Em outras palavras, somos o produto de um código de computador altamente avançado. 
Parece improvável e que poderia ser o roteiro de um filme de ficção científica, mas a NASA pensa que o Dr Bostrom pode estar certo. De acordo com o Expresso , Rich Terrile, diretor do Centro para Computação Evolucionária e Design de Automated no Laboratório de Propulsão a Jato da Nasa, falou sobre a simulação digital. Na mecânica quântica, as partículas não têm um estado definido, a menos que eles estão sendo observados. Uma explicação é que nós estamos vivendo dentro de uma simulação, vendo o que precisamos ver quando precisamos vê-lo. Mesmo se estamos em uma simulação ou muitas ordens de magnitude abaixo dos níveis de simulação, em algum lugar ao longo da linha algo escapou do lodo primordial para se tornar nós e para resultar em simulações que nos fez. "Neste momento, os mais rápidos supercomputadores da NASA estão acionando afastado em cerca de duas vezes a velocidade do cérebro humano", o cientista da NASA disse a Vice. "Se você fizer um cálculo simples utilizando Moore Lei (que aproximadamente afirma computadores dupla no poder a cada dois anos), você verá que esses supercomputadores, dentro de uma década, terá a capacidade de computar toda uma vida humana de 80 anos - incluindo cada pensamento jamais concebido durante esse tempo de vida - no espaço de um mês ". Se seguirmos idéia do Dr. Bostrom que nosso Universo é apenas uma simulação, criado por um supramente e gerado pelo código de computador resolve uma série de incoerências e mistérios sobre o cosmos, podemos perguntar-nos que estão fora da simulação, onde são eles e por que não podemos vê-los? O universo é inacreditável grandes - trilhões de estrelas e planetas ainda mais, por isso não só tem que ser a vida lá fora, certo? Mas onde está? De acordo com o físico Enrico Fermi ( O Paradoxo de Fermi ): O tamanho aparente e idade do universo sugerem que muitas civilizações extraterrestres tecnologicamente avançadas deveriam existir. No entanto, esta hipótese parece inconsistente com a falta de evidência observacional para apoiá-lo. O Sol é uma estrela típica, e relativamente jovem. Há bilhões de estrelas na galáxia que são milhares de milhões de anos mais velhos. Com elevada probabilidade, algumas destas estrelas ter planetas semelhantes à Terra. Assumindo que a Terra é típico, alguns desses planetas pode desenvolver vida inteligente. Algumas dessas civilizações podem desenvolver a viagem interestelar, uma tecnologia Terra está investigando até agora. Mesmo com o ritmo lento das viagens interestelares atualmente previsto, a galáxia pode ser completamente colonizada em algumas dezenas de milhões de anos. De acordo com a sua linha de pensamento, a Terra já deveria ter sido colonizada, ou pelo menos visitada. Mas Fermi não viu nenhuma evidência convincente desta, nem de sinais de inteligência em outros lugares em nossa galáxia ou em outro lugar no universo observável. Permanece a questão, estamos sozinhos no universo ou que são o produto de um supramente? Se seguirmos a explicação de Enrico Fermi , poderia ser simplesmente que a Terra e a humanidade realmente é o centro do universo, mas de acordo com Nick Bostrom que são o produto de um código de computador altamente avançado e podemos estar vivendo em uma prisão digital Matrix projetada por extraterrestres.

Fonte:ufosightingshotspot
VEJA:



5 de maio de 2015

CRIANÇA DE MENTE EVOLUÍDA - ASSISTA AO VÍDEO - EMOCIONANTE

QUERIA TER UM FILHO ASSIM: ESSE ME EMOCIONOU
O que é uma criança de mente evoluída pra você?
Ele nada afirma. Coloca em pauta suposições
O Menino não para de falar, provavelmente é hiperativo, tem muita "bagagem" em tenra idade. QUE LINDO! Emoticon heart OW MININUH LINDUUW! QUERIA SER MÃE DELE. XONEI Emoticon heart ahahahahahaha

video

TODO TIPO DE SOCIEDADE QUER TE ESCRAVIZAR - VÍDEO DE OSHO



O QUE É UMA REVOLUÇÃO CONSCIENTE, INTELIGENTE?
MAS LEMBRE-SE DO QUE FOI DITO NO VÍDEO ABAIXO
:
Tudo isso só é possível através da busca do CONHECIMENTO e qualquer coisa que CONFIGURE UM GRUPO SEJA ELE CAPITALISTA, SOCIALISTA, COMUNISTA, RELIGIOSO... Qualquer GRUPO... POR MAIS PEQUENO QUE SEJA...... Não haverá REVOLUÇÃO CONSCIENTE, MUITO MENOS LIBERDADE.

GRUPOS SEPARAM PESSOAS, FAZEM COM QUE UMAS EXCLUAM OUTRAS, INCITAM O ÓDIO.

VOCÊ PODE TER OPINIÕES DIVERSIFICADAS, MAS NÃO PODE OBRIGAR A OUTROS QUE CONCORDEM COM VOCÊ. O ÚNICO OBJETIVO É DE RECONHECERMOS A NÓS MESMOS, DE QUE SOMOS A ÚNICA RAÇA HUMANA QUE UNIDA, FARIA UM GRANDE ESTRAGO COM QUEM NOS ESCRAVIZA.

Vamos acordar!

ASSISTA A MENSAGEM DE OSHO
video

3 de maio de 2015

FELICIDADE NÃO FAZ BARULHO



Não falta nada, tudo está aqui. 
Os livros na estante, os pneus dos carros fazendo barulho na estrada enquanto chove, o solo da guitarra naquele rock clássico, as estrelas no céu, o pão na torradeira, até mesmo o clima de verão já chegou, veja só que dádiva! 
O amor está no peito, o sorriso nos lábios, nem sempre, só quando dá vontade. O coração permanece batendo no compasso, o preto e branco de certo dias, o brilho inconfundível de outros e as manhãs independentemente de qualquer coisa, carregadas de um ar não-sei-de-quê, que nos encoraja sempre ao recomeço.
A ferrugem no fusca velho estacionado na esquina, o blues da sexta-feira, a manga arremangada na hora de preparar o rango, o esmalte vermelho pela metade nas unhas, o caos da cidade grande, a simplicidade do interior amado, o pôr do sol de cada dia em qualquer lugar do mundo, em resumo: tudo em seu devido lugar e ordem, e supostamente, nada faltando. 
O que nos falta é cessar com essa nossa mania de achar que alguma coisa sempre está faltando, de desconfiar que alguma coisa está errada quando tudo caminha silenciosamente bem, de não aceitar a neutralidade dos dias, dos sentimentos, das pessoas, da tristeza, da alegria, porque tudo conta, tudo é válido, tudo é como é por sua lei natural e cada uma destas coisas acontecem, com ou sem nossa percepção, e sempre irão acontecer, sendo assim, inquestionavelmente nota-se que aprender a conviver com elas é o mais indicado.
Mas sobre o que nos falta, posso citar algumas linhas: a humildade para compreendermos e aceitarmos que certas situações, alias, muitas delas, fogem do nosso comando, não dependem exclusivamente de nós, mas que fazer nossa parte e manter a mente tranquila a respeito dessa verdade é inevitável.
Falta-nos a compreensão de que o rio flui, e nós também. 
Falta-nos a percepção de que somos parte de um todo e que esse todo é um complexo e intenso fluxo que circunda cada um de nós independente da nossa crença sobre ele ou não.
Sobretudo, de todas essas coisas que nos faltam, outras mil presentes em nós nos compensam, porque o amor sempre é maior, e o que seriam nossas atitudes se não amor? Erramos na tentativa de acertar, perdoamos a nós e a outrem por no fundo acreditarmos na boa intenção e no bom senso. Proporcionamos novas chances para os deslizes nossos de cada dia, para os vexames alheios, porque sabemos que visivelmente ou não, somos todos amor e nada mais. 
Concluo com um pequeno detalhe que nos falta: compreender que nada nos falta. Entender que felicidade não é algo que chega, que vem, que aparece. Não é uma recompensa, não é uma meta de vida. Felicidade está sempre aqui, nasceu no mesmo dia e hora que você, habita teu corpo desde o teu primeiro momento neste mundo, bem como o amor.
Mas não espere que ela grite, cause cena e faça constante barulho de euforia, porque a felicidade, bem como o amor, é faísca, e faísca não faz barulho. 

(Kamila Behling)

Fonte: Hierophant

1 de maio de 2015

ESSAS CRUCIFICAÇÕES EXISTIRAM - O GENOCÍDIO QUE NÃO É RECONHECIDO




Dia, 24 de abril de 2015, foi 100° aniversário de um dos maiores, mais cruéis, mais chocantes e bárbaros genocídios da história da Humanidade, a chamada "Grande Deportação", o hipócrita nome dado ao assassinato metódico e organizado de 1,5 milhões de armênios pela Turquia, durante o governo dos Jovens Turcos.

75% dos armênios existentes. Três quartos de um povo assassinados, em um só processo.


O ocidente, incluindo os Estados Unidos, em geral nega o uso do termo "genocídio" para o assassinato de 3/4 dos armênios, por motivos diplomáticos (iria implicar em pagamento de reparação pecuniária pela Turquia às famílias das vítimas, dada a imprescritibilidade dos crimes contra a humanidade). George Bush, pessoalmente, solicitou com urgência que fosse barrada a votação de uma resolução sobre o assunto pelo Congresso. Barack Obama, que na campanha prometeu reconhecer o genocídio, voltou atrás depois de eleito e não toca no assunto, por questões diplomáticas (todos sabem a importância do apoio da Turquia na política americana para o Oriente Médio - Leste Europeu). Israel, cujo povo foi vítima ele mesmo de um genocídio, não reconhece o genocídio armênio. A diplomacia brasileira também não reconhece o genocídio, embora alguns estados que receberam a imigração armênia, como São Paulo, o façam.

O motivo do extermínio armênio foi, o que não é surpresa, perseguição religiosa. Os armênios eram um grupo majoritariamente cristão em um país islâmico, e o Estado turco cometeu o assassinato em nome de "homogeneização cultural", eliminando à força as diferenças.

Em uma das fotos, 16 meninas crucificadas depois de provavelmente estupradas. A testemunha ocular da crucificação, Aurora Mardiganian, foi ela mesma estuprada e mantida em um harém, o que não ia contra as regras relativas a prisioneiros de guerra do Islã. O tratamento das mulheres armênias era especialmente bárbaro, envolvendo repetição de tortura e estupro que frequentemente levava as vítimas ao suicídio. Para as desafortunadas que não sucumbiam à insanidade, o final dessa literal via crucis era uma zombaria com a própria religião das vítimas: a crucificação.

Em 1919 Hollywood produziu o documentário mudo "Leilão das Almas", sobre o genocídio armênio, buscando sensibilizar a América sobre o ocorrido. A sobrevivente Aurora Mardiganian foi uma das participantes do filme.



Este tabu completou 100 anos. Quantos anos mais completará até que a diplomacia mundial fale sobre ele chamando-o pelo que realmente é?

Fonte: Douglas Donin