TUTORIAIS PARA USAR PARTICIPAR DESTE BLOG

16 de agosto de 2011

FIZ ESSE VÍDEO MEIO QUE... À TOA





Me liberte, deixe-me ir.
Tire-me de sua mente, não pense mais em mim
Assim me salvará eternizando o que nunca poderá ser concluído
Pois se concluir, vai minar

Eu vou embora, já vivi o que tinha pra viver
Arranquei o convencional da minha vida com muito medo
Tive medo de me arrepender por tudo que renunciei
Hoje sei que foi a melhor coisa que fiz e posso dizer
Que não me arrependo do que deixei de fazer

Deixei emoções fortes de lado
Pois sei que na maioria, são passageiras
Tudo está perecendo, transmutando, mas também findando
É o fim de um ciclo, de uma era, de uma guerra...
Muitas batalhas venci, por questão de sobrevivência, não vaidade
Deixo a vaidade e o orgulho para os tolos que se alimentam disso
Muitas batalhas perdi com maestria visando sempre o aprendizado
Mas, vencer ou perder batalhas ao mesmo tempo, não significa que perderá a guerra
E esta guerra eu também venci, pois o mais sensato a fazer, não é medir forças
É apenas se defender e deixar o ego dos adversários bem nutridos, pois isso, é a condenação deles

Pois, só quem lutou com as mesmas armas de defesa que lutei, vai entender do que estou falando.
Não há mais nada a fazer, a não ser partir e viver para terras estranhas.



Postar um comentário