TUTORIAIS PARA USAR PARTICIPAR DESTE BLOG

3 de março de 2015

CASAMENTO


Quando você busca conhecimento e sabedoria, sem priorizar o amor de ter uma pessoa ao teu lado que exigiria muito de ti, notará que nunca temeu a solidão, nem a carência. Sentirá que algo te preencheu sem te escravizar, sem "chumbos trocados" o tempo inteiro, pois aquele que vive em função do outro, um dia cai na rotina e mata o amor.

Já a sabedoria, é uma fonte inesgotável de experiências que nunca se repetem, está sempre inovando.
Nós não viemos a este mundo para padecermos num sofrimento a dois, só porque disseram que o matrimônio é um caminho para ser aceito na sociedade e/ou algo sagrado, necessário na vida de qualquer ser humano.

Relacionamento deveria ser periódico, não constante, patético e cheio de mentiras para que a tolerância seja colocada em prática quando o amor deixou de existir, por ser corroído pela ferrugem da rotina de um aturar o outro e que para não admitir essa cruel verdade, onde costumam chamar essa situação de respeito mútuo.

Amar e ser correspondido é bom demais, porém sem apego, nem posse, porque apego, posse, nada tem a ver com amor.

O sofrimento vicia, essa é a vida a dois depois de um tempo:
- Um se acostuma, se acomoda com a companhia do outro.

Val Qic​


Postar um comentário