TUTORIAIS PARA USAR PARTICIPAR DESTE BLOG

27 de março de 2016

A FAMÍLIA MARGARINA


REAFIRMO: EM MUITOS CASOS, A PROSTITUIÇÃO É LEGALIZADA

Ai ai ai...
Medo feminino da vida... Minhas Amigas do passado me ‘caçando’ no Facebook para dizer que tem um Marido, pra não admitirem que foram covardes em cumprir um juramento feito lá em São Thomé das Letras, que jamais se casariam. Elas juraram e eu não, sabia que não precisaria.
Medo...
Medo de passar necessidades financeiras e se apoiaram em homens, já que estamos num País que a igualdade econômica entre homens e mulheres, passa longe de se concretizar.
Isso é prostituição legalizada!
Sorrisos forçados, atuação da propaganda da "família feliz" de MARGARINA reunida em volta à mesa no café da manhã...
Infelicidade na cara dura!
Ah! Sei lá... Deixar minha vida familiar no público não combina comigo com ou sem marido pra bancar, no intuito de medir forças com outras... Acho pequinês...
Elas querem me chamar pra ir à casa delas.
Gente, ainda sou jovem... kkkkkkkkk
Esses assuntos de gente casada não me apetecem, de contar papo furado, dizendo que casamento é amor...
Cheguei numa fase de minha vida que quanto menos papo furado melhor! 
Já passei por tudo ou quase tudo e nunca me senti acuada em me jogar nos braços do primeiro que poderia me sustentar.
Pra mim a vida é uma aventura e viver de exclusividade a um único ser, acho inviável, pra mim não dá.
Eu conheço o corpo masculino, como funciona, inclusive o cérebro do homem e suas necessidades fisio/biológicas e acima de tudo quando criança era cética... Achava as historinhas de princesas uma babaquice, portanto nunca me iludi com ‘príncipe encantado’ que viria num cavalo branco e que depois de casados virasse o cavalo dando coices... kkkkk
Ah! Sei lá...
Continuo afirmando:
- A PROSTITUIÇÃO POSSUI SUAS VARIÁVEIS E ATÉ DE FORMA LÍCITA.
Não estou dizendo que todas as mulheres casadas são assim não.
Estou falando de mulheres que conheço muito bem e que cortei a amizade a quase vinte anos e que estão tentando entrar na minha vida pra ficar de papinho de puta pra delegado...
Há coisas que não colam mais!
NÃO NASCI PRA AMÉLIA MUITO MENOS VIVER ENTRE ELAS.
Foda-se se irei morrer na miséria, na sarjeta, na rua...
Não tenho medo de MAIS PORRA NENHUMA.
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Eu quero é viver e curtir meu Amorzinho, enquanto durar, porque nunca dura!

Postar um comentário