TUTORIAIS PARA USAR PARTICIPAR DESTE BLOG

24 de março de 2016

E QUANDO É AMOR?


Sabe quando está 'pau a pau' ?
Quando essa energia mágica começa devagarzinho, dia-a-dia e vai aumentando, tornando a vida mais doce e saborosa?
Parece que estamos dentro daquele poema de Benjamin Constant que diz assim:

"(...) Todo sentimento precisa de um passado para existir
O amor não, ele cria como por encanto um passado que nos cerca
Ele nos dá a consciência de havermos vivido anos a fio
Com alguém que há pouco era quase um estranho
Ele supre a falta de lembranças por uma espécie de mágica..."

Dá medo!
Não medo de perder, porque quando é amor, não há inseguranças, nem a falsa sensação da ausência de garantias.
Dá medo não sei de quê... Talvez seja a força do amor puro que tem o poder de diminuir tudo aquilo que não era bom, tornando esses 'maus necessários ou desnecessários' algo de extrema pequinês e insignificância.


Talvez nós humanos não saibamos lidar com essa energia...

Amar e ser amada, correspondida... Será merecimento ou maldição e/ou dois juntos e misturados.

Poema de Benjamin Constant declamado por Ana Carolina


Postar um comentário